terça-feira, 22 de julho de 2008

Trigésima segunda pesagem: +400 gr

Uma notícia triste.
Não, não é o fato de eu ter recuperado 400 gr. na semana que passou. Isso eu posso resolver nas próximas semanas...

Estou muito triste porque os resultados do primeiro ultra-som da minha esposa mostraram que nosso neném infelizmente não se desenvolveu. Ele parou entre a oitava e a nova semana, e agora por indicação médica estamos aguardando que a natureza siga seu curso e facilite o aborto natural.

Não será agora que teremos gente nova em casa. O jeito então é seguir em frente e tocar a vida, com a lembrança do que poderia ter sido e que de repente não vai ser mais.

Neném, obrigado por sua estadia tão breve e somente me perdoe por não ter acariciado a barriga de sua mãe tanto quanto eu gostaria.

Que Deus o abençõe!

4 comentários:

AVOH disse...

Oiiiiiii, Amigo!
Muita força emuita paz pra vcs. Fé em Deus e fé na vida e em tudo o que virá. Tudo vai dar certo e logo, logo vc terá um lindo BB em seus braços.
Beijão.

Beth disse...

Nossa, estou chorando aqui. Sei direitinho o que estão sentindo. Passei por isto, há muitos anos. Foi em 1981, nesta mesma época do ano. Me descobri grávida, já estando em torno de 9 a 9 semanas de gestação. Na época eu tinha um fluxo menstrual muito irregular, por isso demorei a saber. Fiquei feliz da vida, desejava muito ser mãe. Passei uns diazinhos em repouso, porque tive um leve sangramento, pinguinho apenas e o médico por precaução me botou de molho. Depois, vida normal e a marcação da ultra, p/ver como estava tudo. Fui feliz da vida, ansiosa p/ ver como estava meu neném e recebi esta notícia que você e sua esposa receberam. Deus do céu, como foi triste. A natureza agiu, um tempinho depois houve o aborto espontâneo e eu fiquei assim, me sentindo vazia de algo que não foi adiante, esta lembrança que você mencionou, do que poderia ter sido.
BOm, mas e aí? A vida seguiu né? Me recuperei, toquei as coisas em frente. Por motivos pessoais, evitei durante um tempo engravidar de novo. O fato é que em jan/83 eu estava grávida de novo. E tudo correu super bem. Meu neném chegou e hoje está prestes a fazer 25 anos.
Andrey, lamento pelo que estão passando, mas garanto: confiem. Nada é por acaso, nem mesmo esta situação tão triste, mas que vai unir e fortalecer vocês dois mais ainda, individualmente e como casal. Este anjinho lindo veio cumprir uma função e sorri para vocês agora, em outro plano, pois ele certamente sabe, como Deus, que mais para a frente vocÊs estarão com gente nova sim, na casa, no coração, na alma, na vida, para sempre.
Eu senti o que vocês estão sentindo e vocês sentirão, tenho fé em Deus, a alegria que eu senti depois, com o meu filho no ventre e depois nos braços e sempre, sempre, sempre, na minha vida tá?
Beijo carinhoso e solidário
Beth
http://aconquista.zip.net

Andrey disse...

Olá Alisson,
Obrigado pela força! Estamos muito tristes, mas confiantes que vamos superar com a força de Deus.
Um grande abraço!
Andrey

Andrey disse...

Olá Beth,

Que pena você também ter passado por esta situação. É realmente um grande choque.

Também penso que este anjo veio para cumprir sua missão, e temos que ver nas entrelinhas o que Deus quer nos dizer.

Eu e minha esposa já éramos unidos, e agora somos ainda mais. Não vamos perder nem mais um minuto do restinho da infância dos nossos filhos. Vamos nos divertir muito, sempre, e eternizar cada instante para garantir que a visita deste anjinho não foi em vão.

Muito obrigado pela visita e pelas palavras sinceras!

Abraços e volte sempre.
Andrey