terça-feira, 8 de julho de 2008

Trigésima pesagem: -400 gr

Quem assume a responsabilidade por emagrecer sem mágicas sempre fica um pouco chateado sobre como o peso sobe instantaneamente quando se exagera nas festanças, e como ele é relutante em ir embora, mesmo quando voltamos a nos alimentar corretamente. Acompanho o dia a dia de outros parceiros de caminhada que também passam por situações parecidas.

Não se trata (somente) de chororô de quem não admite viver sem se dar o direito de comer o que gosta de vez em quando. Se for para emagrecer a qualquer custo eu prefiro continuar um gordo saudável do que me tornar um magro doente.

Evidente que isso é joguete, pois preciso emagrecer exatamente para melhorar minha saúde que não está lá aquelas coisas. Colesterol alto, fôlego pequeno e baixa resistência. Ah sim, esdou gribado como bodem ber por binha boz.

Falando em resfriado, sempre pensei que deveriam usar os mesmos atores das propagandas de margarina para representarem os doentinhos nos comerciais de remédio contra resfriado. Assim quebraria um pouco aquele clima de família exageradamente perfeita que invariavelmente é composta por pai executivo, mãe cuidadosa, um ou no máximo dois filhos saudáveis e um indefectível cachorro. Tanta perfeição bem que merecia um resfriado de vez em quando! (Brincadeira, brincadeira)

Quero ver se este resfriado pelo menos me ajuda na próxima pesagem. Já que estou comendo só por obrigação pode ser que faça alguma diferença. Não que seja uma estratégia de emagrecimento, mas se puder tirar algo de bom destes dias não seria nada mal!

4 comentários:

Beth disse...

:)
É mesmo. A gente depende exclusivamente da nossa atitude e da resposta do corpo. E não há dúvida de que o caminho que vale a pena é este, o de ter controle, o de não se privar, saber como se permitir isto e aquilo, mas bancando algumas consequências.
Espero que fique bom logo da gripe, a voz está m esmo horrível hahahahahahahahahah
Beijos, continue firme tá?
Beth
http://aconquista.zip.net

AVOH disse...

Olá Andrey!!
Fiquei feliz quando vi o seu recadinho no meu Bloguinho. É bom saber que mesmo nas dificuldades podemos contar e dividir as nossas amarguras. Obrigada.
Se cuida, pois, emagrecer por doença não vale, rsrsrs, cuida direitinho do seu corpo para o resfriado ir embora, ok?!
Linda semna pra vc.
Beijão.

Andrey disse...

Olá Beth,
Não tem outro jeito. Ou assumimos a dianteira no nosso processo de RA ou deixamos a revelia e pagamos o preço de uma vida sem qualidade.
Felizmente estou quase curado do resfriado, mas o clima seco do inverno paulistano continua castigando. Daqui a pouco o inverno acaba e vou lembrar de algo diferente para reclamar :-)
Abraçao e obrigado pela visita!
Andrey

Andrey disse...

Olá Alisson,
Eu gosto muito de visitar os blogs dos companheiros de caminhada, seja para aprender com as experiência ou para compartinhar algo que aprendi no meu processo.
Obrigado pela visita e no final de semana vou até o seu saber das novidades.
Abraços!
Andrey