terça-feira, 14 de outubro de 2008

Quadragésima terceira pesagem: +100 gr

Outra pesagem que evidencia minha falta de ação.

Estou vendo meu processo ir pro vinagre, mas as exigências do dia a dia me forçam a deixar meus cuidados em segundo plano. Parece que não vai ter outro jeito. Se quiser voltar a fazer exercícios vou ter que romper uma série de rotinas em que estou inserido.

É claro que a responsabilidade é minha, e estou pagando caro por minhas escolhas.

Talvez no futuro eu possa contar mais sobre meu ritmo de trabalho e como é o meu dia-a-dia, mas no momento só posso dizer que estou fazendo o que é mais necessário à sobrevivência.

Uma vez inserido em um contexto onde não se dá valor os cuidados pessoais, ao convívio familiar nem a qualquer outra coisa que não seja permanecer no trabalho o maior tempo possível é incrivelmente difícil mudar sem gerar atritos. No momento dependo financeiramente de uma empresa que se encaixa neste perfil e não posso arriscar o sustento da minha família por nenhuma razão.

Não vou desistir do meu processo, mas achei importante dar um pouco mais de informação à todos os amigos que me acompanham e torcem por meu sucesso.

Obrigado pelo apoio e sucesso a todos!

4 comentários:

AVOH disse...

Oiiiii, Amigo!!
Sei muito bem o que estás passando, pois, onde eu trabalho não tenho horário para o café e não abrem exceção, o que torna impossível um correto processo de emagrecimento, pois, passo seis horas sem me alimentar e isso é péssimo. Mas fazer o que, se é questão de sobrevivência, né. No entanto, respire fundo e vá em frente que um dia, cedo ou tarde vc atingirá a sua meta. Tenha um lindo fds.
Beijão.

Beth disse...

Amigo, retome o controle, a mão no leme deste barco, por mais que a fase seja complexa, não há porque fazer com que tudo fique ruim né?
Não se culpe, nem seja tão rigoroso, o que importa é analisar o que está havendo e dentro do possível fazer o seu melhor.
Beijo
Beth
http://aconquista.zip.net

Andrey disse...

Olá Alisson,
Causa surpresa como algumas empresas que dependem fortemente da criatividade de seus funcionários fazem de conta que estão em plena revolução industrial.

A sobrevivência de todos está em jogo. Se cada um fizesse sua parte as coisas seriam muito mais fáceis.

Depois alguns administradores ficam elocubrando porque os colaboradores ficam deprimidos e vão embora....

Andrey disse...

Olá Beth,

Suas palavras baseadas em sua experiência de vida me deixam mais tranquilo.
Realmente estou fazendo o necessário à sobrevivência imediata. Isso é a única coisa que me deixa com a consciência tranquila.
Vamos retomar e seguir em frente!
Abraços e obrigado pela visita.
Andrey